29 de fev de 2008



"Foi assim que te quis. Embora que sempre a medo - confesso. E é assim que te quero, sem nunca deixar de sentir o medo de não saber ser mais do que a criança que sou."



Nenhum comentário: